Notícias de Última Hora
inicio / CURIOSIDADES / Juca Batista: o grande pioneiro da Zona Sul

Juca Batista: o grande pioneiro da Zona Sul

Juca Batista: o bravo e pioneiro da Zona Sul

De origem portuguesa, o Sr. Juca Batista, juntamente com sua esposa, Otília Flores de Magalhães,empreendeu nos cerca de 80  hectares deixados por seu pai um império fundamentado no trabalho e na ajuda ao próximo.Nascido no Século 19, Juca  soube aproveitar a prodigiosa natureza da região,desenvolvendo a plantação de árvores frutíferas  e a criação de gado leiteiro.A extensão  de suas terras abrangia desde o Belém Velho até o atual bairro Ipanema. Sua residência ficava nas imediações da avenida que hoje leva seu nome – estrada que, no passado , apesar do chão batido, era a única possibilidade de deslocamento entre o Centro e a Zona Sul da cidade. Também  eram limites de suas terras, a lomba do Capitão Alexandre, atualmente por Avenida da Cavalhada., e as terras de Bernardo Dreher, onde hoje estão os bairros Pedra Redonda e Jardim Isabel e o Morro do Osso.Por muitos anos, Juca Batista empreendeu açõesimanema o4ipanema 03 em prol da comunidade.

Cerca de Swammi Benevenutto

Sou monge tibetano-cristão-budista-universalista-ecumênico, discípulo do Lama Botswuamma. Ainda sou poeta, escritor, Técnico em Contabilidade desempregado, cidadão, voluntário em escola pública, ex-jardineiro, ex-servente de obra, ex-securitário, ex-bancário, ex-apicultor, ex-feirante, ex-caseiro, ex-reciclador de sucatas, ex-militante e fundador anonimo do PT/RS, do qual fui Assessor de Bancada e Caixa Executivo; ex-acadêmico de Ciências Atuariais na UFRGS. SOCIALISTA e AMBIENTALISTA desde que nasci. MATERIALISTA-DIALÉTICO desde que aprendi a ler e escrever. COLORADO "Papa-tudo" desde 1909 ( meu avô tinha 7 anos ). Sou ECUMENISTA. PACIFISTA e amante da vida em contato permanente com a natureza em toda sua exuberância; plantador anonimo de árvores nativas frutíferas na orla da praia de Ipanema/POA e cultivador de mudas das mesmas. Acredito que o ser humano foi feito "PRA BRILHAR, NÃO PRA MORRER DE FOME".