Luar da Existência

Luar da Existência

As migalhas que caem

a nossa mesa

se recebida com dignidade

podem trazer na sua humildade

a felicidade almejada

Nada passa mais rápido que o tempo e nada e mais lento

e demorado do que os momentos de solidão.

No outono as árvores perdem as folhas e o homem,na velhice,os atributos

existentes,como a beleza e a vivacidade mental.Cabe a ele enriquecer o espirito e engrandecer sua alma,para tornar-se mais digna e próximo de Deus.

Não seja escravo do seu talento.Aproveitar os espaços de libertação e dar asas á imaginação e energiza a criatividade.O resto é amarga prisão.

Somos uma arei azinha do universo, porém com a grandeza luz do astro real

Conviver com o grotesco e a falta de postura é uma violência e uma descida á barbárie.

O mau não é mau.Ele quer o bem para si, para aumentar o seu charme,como no caso de Caim e Abel.O resto é uma alma invejosa e destruidora panaceia.

Paulo Rolim parte 15

social position

Share this post